terça-feira, 31 de agosto de 2010

Neste domingo (29/08) cerca de 1,2 mil cães e 4,1 mil pessoas participaram de uma caminhada pelas ruas de Blumenau (SC) . Por volta das 9h30, a aglomeração partiu do setor 3 do Parque Vila Germânica para participar da 9ª edição da Cãominhada.
O número de cães inscritos nesta edição é maior do que a caminhada realizada em maio, quando 1.052 cães participaram do evento, então em sua 8ª edição.
Os participantes percorreram 3,1 km entre as ruas Alberto Stein, João Pessoa, Sete de Setembro, Humberto de Campos e Conselheiro Galvão. O evento ainda contou com apresentações de cães adestrados.
De acordo com a organizadora da Cãominhada, Margaret Nascimento, a caminhada buscou trazer lazer e entretenimento aos moradores e principalmente aos animais de estimação. "Muitos cães moram em apartamentos, e esta é uma chance de passear e se socializar com os outros animais", disse.
Ao final da caminhada, os cães inscritos ganharam uma guia alusiva aos 160 anos que a cidade de Blumenau completará no próximo dia 2 de setembro. Durante todo o evento um veterinário fez plantão no local, para assegurar a saúde dos animais durante a caminhada. A 10ª edição da Cãominhada está prevista para ocorrer no mês de novembro.
Para a equipe de cães da Cidade de Blumenau esta foi mais uma oportunidade de expor os cães a uma quantidade muito grande de pessoas e de cães, fato este que foi muito bem absorvido por Anúbis e Arcanjo pois ambos demonstraram que estão muito bem na questão de sociabilidade.Em um ambiente de desastre vão existir varias pessoas e também as vezes muitos cães, é imprescindível para um cão de busca estar habituado com esta situação e não se distrair durante os trabalhos de busca.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

FORMAÇÃO DO I CURSO DE CINOTECNIA DO CBMSC, NÍVEL II


No dia 26 de agosto, foi concluído na cidade de Xanxerê-SC, o I Curso de Formação de Bombeiros Cinotécnicos do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, nível II. O Curso contou com a participação de 35 alunos e 22 cães, dos Estados do Pará, Bahia, Mato Grosso do Sul, São Paulo e de Santa Catarina. Com programação de 150 horas, abordou-se quatro temas fundamentais para o serviço de Busca e Resgate com cães dentro do Corpo de Bombeiros, como a localização de pessoas perdidas em áreas de matas, desastres urbanos, busca em áreas deslizadas, e busca de restos mortais das vítimas.

Anubis, Odin e Arcanjo, juntos de seus instrutores estiveram presentes nessa nova etapa.



Sucesso aos nossos 3 novos Bombeiros em formação!









domingo, 1 de agosto de 2010


Agora alem do Blog podemos acompanhar a evolução do treinamento dos cães  de Blumenau também no Orkut.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Final feliz para o jovem Jefferson












28 de Julho de 2010 - 09:30

Adolescente que sumiu na mata no Belchior Alto é encontrado mais de 13 horas depois de iniciadas as buscas
Jefferson entre os familiares, vizinhos e bombeiros que ajudaram nas buscas durante toda a noite / Foto: Jornal Metas
Foram mais de 13 horas de buscas, sofrimento, angústia e medo no Belchior Alto .O jovem Jefferson Luan Hausmann, 15 anos, portador de síndrome de down, desapareceu. Ele saiu da casa do avô e entrou na mata, por volta das 16h30min de domingo (25), quando não foi mais visto pela sua mãe, Cláudia Espig e demais familiares. Somente por volta das 6h30min de segunda-feira (26), os Bombeiros Militares de Gaspar, comandados pelo Tenente Alcione Fragas, conseguiram localizar o rapaz, aproximadamente a 1 km da residência da família.
Segundo Fragas, o jovem estava em pé e queria silêncio. “Ele estava assustado e pedia para não fazermos barulho porque havia lobo na mata. Ele estava com medo e durante toda a noite permaneceu quieto;  isto dificultou o nosso trabalho de resgate, mas felizmente conseguimos encontrá-lo bem de saúde”, comemerou o comandante Fragas.
Além, dos bombeiros de Gaspar, a operação de busca ao jovem contou com apoio dos Bombeiros Voluntários de Ilhota e Bombeiros Militares de Blumenau, que trouxeram os cães farejadores, mas que acabaram não sendo utilizados, pois logo pela manhã de segunda-feira, as equipes conseguiram encontrar Jefferson.
Vizinhos também auxiliaram nas buscas, totalizando mais de 30 pessoas. Depois de se alimentar na casa do avô, Jefferson contou à reportagem do Jornal Metas, que acompanhou o drama da família desde a noite de domingo, que passou muito frio na mata e reclamava das picadas de insetos. Abraçado a mãe, ainda emocionada pelo drama vivido, ele prometeu nunca mais sair de de perto dela.
Mãe e filho moram em Blumenau e estavam passando o fim de semana na casa do avô de Jefferson. Cláudia relatou que quando vai ao Belchior Alto, o filho costuma passear ao redor do terreno, mas nunca se distancia muito. “A gente sempre fica atenta aos movimentos dele, mas desta vez foram alguns minutos de descuido e ele foi para um lado que não costuma ir”. Mais calmo, Jefferson dividiu as atenções de familiares, bombeiros e vizinhos antes de retornar com a mãe para Blumenau.

Noticia publicada pelo Jornal Metas de Gaspar.
http://www.adjorisc.com.br/jornais/jornalmetas/impressa/geral/final-feliz-para-o-jovem-jefferson-1.320848

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Seminário em São Paulo

video

Neste ultimo fim de semana dias 09,10 e 11 de julho de 2010, a Guarnição de cães de Blumenau participou de um Seminário de Busca e Salvamento com Cães que foi ministrado pelo Sr. Cap. BM Walter Parizotto e sua equipe da cidade de Xanxerê. O seminário aconteceu no EB, 2º GAL Regimento Deodoro, em Itu, e teve como patrocinador a Royal Canin. O médico veterinário, Fernando Amaral Pecoraro, um dos organizadores do evento juntamente com o Sgt EB Bueno. As atividades práticas que foram desenvolvidas naquela cidade tiveram como cenário os escombros de uma olaria desativada que pôde ser usada para simular um ambiente de desastre. Estiveram no local cerca de 50 bombeiros vindos de todo Brasil. Com certeza uma oportunidade ímpar de aumentar a qualidade técnica e de fazer novos amigos.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Treinamento em Gaspar 05/07/2010

Bombeiros fazem treinamento com cães farejadores que auxiliam em resgate a soterrados
Jornal Metas - SC
A obediência, persistência e olfato apurado são características dos cães utilizados no trabalho de l
A obediência, persistência e olfato apurado são características dos cães utilizados no trabalho de l / Foto: N/A
Antes da tragédia de novembro 2008, os bombeiros militares do 3º Batalhão nem pensavam em ter cães farejadores para auxiliar na localixação de vítimas. Porém, os acontecimentos que se sucederam à tragédia resultaram em investimentos na montagem de uma equipe de cães para auxiliar o resgate neste tipo de situação.
Como os profissionais do Corpo de Bombeiros, os cães também precisam estar aptos para qualquer situação de risco. O treinamento aconteceu na manhã de segunda-feira (5), na propriedade de Braz Coradine, no bairro Lagoa, às margens da BR-470.
Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Gaspar e responsável pelos trabalhos com cães em Blumenau, Tenente Acione Fragas, esse tipo de exercício é necessário para que os animais estejam habilitados a receber a certificação. “Todo ano é feita uma prova para dar habilitação a esses animais. A deste ano acontecerá em agosto. Por isso estamos ensinando técnicas para localizar soterrados e de obediência a três cães de Blumenau, dois de Rio do Sul e dois de Tubarão”, explica o tenente.
Os cães preferidos para esse tipo de trabalho são os da raça Labrador, que se adaptam melhor ao clima da região e são dóceis. “É um cão tranquilo e é o que esperamos dele, pois precisamos que o animal encontre pessoas com vida", observa Fragas. A formação de um cão farejador leva aproximadamente dois anos e atinge o auge da eficiência aos cinco anos de idade.
O treinamento consiste em encontrar pessoas vivas. Na simulação, os bombeiros utilizam brinquedos para chamar a atenção dos animais. Quando atingem um estágio avançado na busca por quem está com vida, os cães seguem para o treinamento de localização de corpos. “Colocamos um caninho no meio da rocha com cadaverina, uma substância que simula o odor de cadáver”, revela Fragas. O comandante agradeceu ao proprietário do terreno pela seção do espaço para o treinamento.
http://www.adjorisc.com.br/jornais/jornalmetas/impressa/geral/c-es-de-prontid-o-1.313805

domingo, 23 de maio de 2010

Encontro Blumenau

video

Matéria publicada na RIC RECORD no dia 21/05/2010 as 19:30 referente a operações de treinamento com cães na região central de Blumenau aproveitando os escombros de residências atingidas pela catástrofe climática de 2008. Com a participaçào dos cinotecncos da cidade de Rio do Sul ,que passaram este dia troncando informações e experiencias referentes ao assunto.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Prova de Certificação


Nos dias primeiro e dois de maio último, foi realizada a Primeira Prova de Certificação interna do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina para os cães em atividade no estado. Dividida em quatro etapas, os cães e condutores foram avaliados em atividades de busca, obediência e destreza, onde foram identificadas habilidades para o trabalho operacional.

Dos nove cães que iniciaram a prova, conseguiram obter sucesso os cães Astra e Preta, de Rio do Sul, conduzidas pelos Soldados BM Mancila e Vieira, respectivamente; Kolly, de Araranguá, conduzida pelo Soldado BM Sebastião e Tell, de Braço do Norte conduzido pelo Soldado BM Moacir Franco.

A prova de certificação foi realizada no Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi, em Xanxerê (Festa Estadual do Milho), onde foi montada uma pista destinada à prova. O ambiente foi caracterizado pela presença de agentes externos, como a presença de público, sons e odores característicos do local da festa.

O evento foi acompanhado por condutores e cães de diversas unidades de bombeiros militares de SC e outros estados, que ainda estão em fase de treinamento, com o objetivo de se familiarizarem com a rotina da prova que futuramente realizarão.

terça-feira, 4 de maio de 2010





CINOTERAPIA
É um recurso terapêutico e pedagógico, onde o cão é utilizado como ferramenta viva; visa estimular a afetividade, a interação, à atenção e concentração e a elaboração de conceitos.O cão interage muito bem com todos. Através desse trabalho a corporação tem a oportunidade de se envolver com a comunidade, auxiliando nesta nobre tarefa de ajudar a quem precisa, a exemplo da APAE .Cidades como Chapecó, Xanxerê Rio do Sul e outros, são pioneiros neste belo trabalho.

http://chapeco.apaebrasil.org.br/noticia.phtml/26010/MOSTRA+CIENTIFICA+DE+CINOTERAPIA.html

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Busca subaquática

video

Primeiro contato do cães com embarcação preparando para treinamento posterior de busca de pessoa submersa. Na lagoa do Weg em Pomerode SC.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

RIO DO SUL






No dia 12 de abril do corrente a equipe de cinotecnicos de Blumenau, Sds Prochnow, Leonardo e Thiel, com seus respectivos cães, participaram de uma atividade de integração na cidade de Rio do Sul, no alto vale catarinense, com o objetivo de trocar informações com os cinotecnicos do Corpo de Bombeiros daquela cidade.Os Sds Vieira e Mansila recepcionaram a equipe Blumenauense. O encontro proporcionou a troca de informações e aprimoramento das técnicas pertinentes ao trabalho com cães no corpo de bombeiros. Foram executados treinamentos práticos em ambientes distintos dos encontrados em Blumenau, como a busca rural.


Aos bombeiros militares participantes, restou comprovada a importância desse tipo de integração para qualificação profissional que resulta em adequada resposta nas operações de busca e salvamento do Corpo de Bombeiros Militar – SC.



A equipe de Blumenau pretende em breve repetir a atividade, recepcionando em nossa cidade equipes de Rio do Sul e de outros municípios vizinhos, para praticarem em diversos ambientes, principalmente os que se formaram durante a crise de 2.008.

domingo, 11 de abril de 2010

RIC RECORD 13/04/10

video
Reportagem exibida na RIC RECORD no dia 13/04/10

quarta-feira, 24 de março de 2010

video
Sempre que é possível ápos os treinamentos a gente tenta arranjar um local para recreação com água.
Sd Prochnow (figurando) e Sd Thiel com a cadela Anubis em um treinamento de Busca Rural no dia 23/03/10. video

sábado, 20 de março de 2010

Matéria publicada no JSC


MUNDO ANIMAL /Matéria publicada no JSC 20/03/10

Bombeiros treinam cães em cenários de tragédia

Os três novos reforços são preparados para atuar em operações de resgate


BLUMENAU - O Corpo de Bombeiros está treinando três novos soldados para atuar em resgates na região. Eles são corajosos, obstinados, respondem pelos nomes-de-guerra de Arcanjo, Odin e Anúbis e têm quatro patas. Até setembro, três cães labradores são instruídos a agir em cenários que remontam situações reais de perigo e tragédias. Quinta-feira, eles percorreram as margens e nadaram nos ribeirões em Indaial. Quarta-feira, escombros de casas da Rua Hermann Huscher, Bairro Vila Formosa, destruídas pelos deslizamentos de terra em novembro de 2008 em Blumenau, serviram de obstáculos para os cachorros, que também já passaram por florestas e prédios abandonados do Vale.

A ideia de treiná-los surgiu logo após a tragédia, quando os bombeiros sentiram a necessidade de ter apoio de um animal em situações de resgate a soterrados ou a pessoas em áreas de difícil acesso.

– Nessas horas vemos como o cão potencializa o bombeiro. Com as habilidades dele, às vezes o trabalho de parceria entre o cão e o soldado vale o mesmo que 30 bombeiros juntos – analisa o soldado Edson Leonardo Baerwald, instrutor do labrador Arcanjo, de um ano.

Em companhia da dupla estão os soldados Marcos Prochnow, instrutor da cadela Anúbis, de um ano, e Carlos Sidnei Thiel, instrutor do caçula Odin, de seis meses. Juntos eles compõem a equipe de resgate durante o plantão, mas depois do expediente, formam uma família:

– Cada um leva o seu cão para casa e cria como parte da família. A socialização faz parte do ciclo de confiança que se estende nas horas de resgate – explica Baerwald.

Os três cães ainda não participam do atendimento às ocorrências. Em setembro, quando completarem 11 meses de treinamento, Arcanjo e Anúbis, os cães mais velhos, passarão por avaliações junto com os instrutores no Centro Estadual de Treinamento de Cães, em Xanxerê. Lá, cão e dono vão receber um certificado internacional de resgate, licença concedida pela Organização das Nações Unidas (ONU) a apenas três cães do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina. O título credencia os animais a atuar também em situações de perigo fora do país.

cristian.weiss@santa.com.br

CRISTIAN WEISS

Atividades do cão

- Resgate a pessoas afogadas

- Busca de perdidos em matas fechadas

- Localização de sobreviventes soterrados ou sob escombros

- Cinoterapia: tratamento terapêutico para estimular o equilíbrio e sensibilidade de portadores de necessidades especiais

quinta-feira, 18 de março de 2010

video
Sd Thiel treinando retriver com seu cão Odin na chacara do seu Chico .
Sd Prochnow com auxilio do Sd Shmits (figurante)em um exercicio de figuração em um ambiente rural realizado em um campo abandonado onde seria o colegio Santo Antonio em Blumenau. video

segunda-feira, 15 de março de 2010

Busca Rural

video Arcanjo em treinamento de busca rural com apresentação de vitima fora do nível do solo (arvore).

sexta-feira, 12 de março de 2010

Pista de Agiliti

Em breve teremos nossa pista de agiliti em Blumemenau,com a colaboração do Sd Leonardo que projetou ela de forma modular para que possa ser desmontada e transportada para qualquer lugar.

quinta-feira, 11 de março de 2010

quarta-feira, 10 de março de 2010

Jornal do meio dia RIC Record

video
Matéria que foi ao ar no Jornal do Meio dia na RIC Record no dia 29 de outubro de 2009.




Anúbis, também conhecido como Anupu, ou Anupo e cujo nome hieroglífico é traduzido mais propriamente como Anpu, é o antigo deus egípcio da morte e dos moribundos, por vezes também considerado deus do submundo. Conhecido como deus do embalsamamento, presidia às mumificações e era também o guardião das necrópoles e das tumbas. Os egípcios acreditavam que no julgamento de um morto era pesado seu coração e a pena da verdade (como podemos ver em muitas gravuras egípcias). Caso o coração fosse mais pesado que a pena, sua alma era destruída para todo sempre, mas caso fosse mais leve, a pessoa em questão poderia ter acesso ao paraíso. Anubis era quem guiava a alma dos mortos no Além.


Cadela da raça labrador preta de um ano e meio de idade com drive muito alto, sempre pronta para brincar asimilando bem os comandos de obediencia , e destreza esta sendo utilizada com segunda alternativa pois o filhote de labrador Max (chocolate) da ninhada de Xanxere apresentou problemas na articulação das patas traseiras.